top of page
  • Foto do escritorSegware

Reconhecimento facial na segurança eletrônica: o investimento necessário para empresas do futuro

Há algum tempo o reconhecimento facial ganha adeptos pelo mundo, mesmo que para diferentes propósitos - desde liberação de transações financeiras, à autorização de abertura de aplicativos nos smartphones ou aos check-ins mais rápidos em aeroportos. Inclusive, 2023 marcou o ano em que a tecnologia, ao lado do uso da nuvem, figurou como tendência no segmento de segurança eletrônica.  


Nesse setor, a ferramenta atua como uma das possibilidades de controle de acesso biométrico, capaz agregar valor a qualquer escopo de trabalho das empresas do ramo. Isso porque facilita a vida do usuário, otimiza a segurança e transforma a gestão de entradas e saídas de condomínios e empreendimentos em uma tarefa mais acessível. 


Como não demanda contato com painéis, ou algum tempo de espera para que controles ou tags sejam encontrados, o reconhecimento facial ainda possibilita outras vantagens às rotinas desses espaços, como: 


  • Menor latência na abertura de portões - o que pode evitar que os usuários fiquem tempo desnecessário ao lado de fora de um espaço seguro, mitigando chances de ataques e intercorrências.  

  • Maior acessibilidade - uma vez que não exige o contato com nenhum outro aparelho, o reconhecimento facial permite que usuários com restrição de locomoção, como idosos, crianças ou PCDs, ou que estejam com mãos ocupadas (com sacolas de supermercado por exemplo) possam entrar ou sair de um ambiente sem grandes percalços. 

  • Custo reduzido - além de ser uma tecnologia que opera com base em um banco de dados, podendo se tornar flexível e adaptável ao número de usuários cadastrados em cada atendimento, não exige tags, controles ou interfones específicos. Tudo isso contribui para gastos reduzidos. 


Além disso, o reconhecimento facial também funciona como um excelente argumento de expansão de negócios. 


Sabendo disso, nós da Segware preparamos um guia com os principais tópicos do tema. Continue conosco para entender porque investir nessa funcionalidade pode ser uma excelente ideia ainda para 2023 ou início de 2024.



Como a tecnologia de biometria facial funciona na segurança eletrônica?


Essa abordagem de identificação utiliza características únicas do rosto de uma pessoa para verificar sua identidade. Na prática, a tecnologia se baseia na análise de padrões faciais, os quais contam com informações como distância entre os olhos, formato do nariz, contornos da boca e outras características distintivas.


O processo geralmente começa com a captura de uma imagem facial por meio de uma câmera com boa resolução. 


Em seguida, algoritmos de reconhecimento extraem os atributos singulares dos indivíduos e os comparam com os dados previamente armazenados no banco de dados. Esses dados podem ser obtidos a partir de imagens anteriormente registradas do rosto das pessoas, como a partir de fotos de identidade, ou podem ser gerados a partir de uma análise mais abrangente das características faciais. 


Ocorrendo o match entre o que a câmera captura e o padrão estabelecido no banco de imagens, o acesso é autorizado. 


Além de performar como elemento de controle de acesso, em ambientes corporativos, por exemplo, o reconhecimento facial pode ser utilizado para que funcionários possam ser autorizados a entrar em determinadas áreas apenas após serem verificados pelo sistema. Com isso, elimina-se a necessidade de cartões de acesso ou senhas, proporcionando uma forma mais segura e conveniente de gestão de entrada


Outra aplicação comum da ferramenta se dá na implementação de sistemas de segurança pública, nos quais câmeras de vigilância equipadas com tecnologia de biometria facial podem identificar suspeitos ou indivíduos procurados em locais públicos.


No entanto, é importante considerar questões éticas e de privacidade ao implementar a biometria facial, priorizando fornecedores que se adequam à LGPD e se atualizam em relação à norma. 


O armazenamento e o uso de dados biométricos exigem medidas de segurança rigorosas, visto tratar de dados sensíveis. Os protocolos de segurança objetivam evitar o acesso não autorizado a essas informações, assim como a utilização indevida das informações pessoais coletadas. 


Além disso, é fundamental garantir a transparência e o consentimento dos indivíduos em relação ao uso de suas informações biométricas.



Quais equipamentos são necessários para a implementação de reconhecimento facial na segurança eletrônica?


A implementação bem-sucedida de reconhecimento facial em um sistema de controle de acesso requer, principalmente, a integração de equipamentos e tecnologias de qualidade. Veja os 5 principais:


1) Equipamentos com câmeras de alta resolução:


Para o reconhecimento facial, é indicado que os equipamentos possuam lentes/câmeras de alta resolução, para uma captura de imagens faciais de alta qualidade.


Elas devem ser capazes de capturar detalhes finos do rosto, garantindo uma análise precisa das características faciais necessárias para o reconhecimento.


2) Software para gestão do processo de reconhecimento facial:


Um software que possa oferecer a possibilidade de gerenciar os usuários e seus dispositivos de acesso, como tag, controle, cartão e, biometria facial, é muito importante, pois oferece flexibilidade de autonomia para a gestão de acesso aos estabelecimentos, sem a necessidade de estar próximo ao equipamento.


Basicamente, este software gerencia um banco de dados com as informações biométricas dos usuários autorizados.  Essas informações incluem as características faciais capturadas e convertidas em dados que podem ser comparados durante o processo de reconhecimento.


3) Software para reconhecimento facial:


Muitos equipamentos e câmeras do mercado não possuem requisitos técnicos para realizar o reconhecimento facial no seu próprio hardware, necessitando de um poder de processamento externo através de softwares especializados em reconhecimento facial que utilizam algoritmos complexos para analisar e comparar as características faciais. 


Esse software é crucial para identificar e autenticar os indivíduos com base nas informações obtidas pelas câmeras.


O software de reconhecimento facial normalmente exige uma capacidade de processamento significativa para realizar as comparações em tempo real, especialmente em ambientes com muitos usuários.


4) Sistema de controle de acesso integrado:


Quando há reconhecimento facial como um método de autenticação, é necessário contar também com um sistema global de controle de acesso, capaz de integrar suas funções e recursos.


Este sistema não só valida a identidade dos usuários com base na biometria facial, como também gerencia o acesso físico a áreas restritas, registrando eventos e garantindo a segurança do ambiente.


Para que a integração seja fluida é recomendado ainda um bom software de gestão de segurança eletrônica, responsável por dar aos administradores, gestores e Centrais de Monitoramento uma visão ampla do controle de acesso. 


Além desses equipamentos, é importante considerar a infraestrutura de rede entre os diferentes componentes do sistema, para garantir a comunicação eficiente. Para proteger os dados biométricos e garantir a conformidade com regulamentações de privacidade, as empresas também precisam pensar na adaptação a medidas de segurança (como redes privadas), bem como em um plano de manutenção estratégico.


3 argumentos de venda para inserir o reconhecimento facial nas soluções de controle de acesso


Ao implementar o reconhecimento facial nas suas soluções de segurança eletrônica, você

agrega valor ao portfólio da empresa. 


Entretanto, é necessário que essa informação seja compreendida pelo cliente final. Abaixo recortamos 3 argumentos de venda que podem fazer isso: 


  1. Segurança avançada:


O reconhecimento facial oferece um nível de segurança avançado, pois utiliza características únicas do rosto de uma pessoa para autenticação. Isso torna difícil a falsificação ou acesso não autorizado, proporcionando uma camada adicional de proteção em comparação aos métodos tradicionais, como cartões de acesso ou senhas. 


Ao implementar o reconhecimento facial, a empresa de segurança eletrônica pode oferecer aos clientes uma solução mais robusta e eficaz para proteger seus espaços e ativos.


  1. Conveniência e eficiência operacional:


O reconhecimento facial é uma solução conveniente e eficiente para o controle de acesso. Os usuários autorizados podem ser identificados automaticamente sem a necessidade de cartões, chaves ou senhas. 


Há assim uma simplificação do processo de autenticação e a redução da probabilidade de esquecimento ou perda de credenciais. 


Além disso, a velocidade do reconhecimento facial permite um fluxo mais eficiente de pessoas, especialmente em ambientes com grande circulação, como escritórios, entradas de condomínios com muitas unidades, aeroportos ou instalações públicas.


  1. Integração com tecnologias emergentes:


O reconhecimento facial é altamente adaptável e pode ser integrado com outras tecnologias emergentes, como inteligência artificial (IA) e análise de dados em tempo real. 


Tal característica possibilita a detecção proativa de comportamentos suspeitos, alertas instantâneos em caso de atividades não autorizadas e a capacidade de personalizar as configurações de segurança de acordo com as necessidades específicas de cada cliente. 


Ao oferecer uma solução que se integra perfeitamente com tecnologias avançadas, uma empresa de segurança eletrônica pode destacar a inovação e a eficácia de seus serviços. Para isso, claro, precisa contar com fornecedores confiáveis e que tenham expertise no mercado.


O software referência no mercado de segurança eletrônica


Como dissemos, o reconhecimento facial é uma das tendências em segurança eletrônica, performando bem quando está associado a outras ferramentas igualmente inovadoras. 


É o caso, por exemplo, do Segware SIGMA, Segware VMS Cloud e Segware Access, softwares de gestão em nuvem referência em alta performance para monitoramento de alarmes, imagens e controle de acesso, respectivamente.


A plataforma atua como um verdadeiro sistema de gestão de segurança, oferecendo gestão e administração total de uma central de monitoramento. Por ser ágil e intuitiva, otimiza os negócios do setor, independente do seu porte ou modelo de operação. 



169 visualizações
bottom of page