• Segware

O que é necessário para abrir uma central de monitoramento

Em ascensão constante, o segmento de segurança eletrônica obteve um crescimento de 12% em 2020 e já responde por mais 2 milhões de empregos no Brasil.


Com isso, cada vez mais pessoas têm buscado entender mais sobre as etapas para abrir uma empresa de monitoramento eletrônico.


Entre os questionamentos mais comuns, encontramos dúvidas sobre o funcionamento do mercado em geral, seu público-alvo e quanto é necessário investir para que uma boa estruturação aconteça.


Pensando nisso, preparamos um guia para te ajudar a tirar a ideia de criar uma central de monitoramento do papel e partir para a ação. Confira!


Central de monitoramento: o que é e como funciona


A eficiência de uma empresa de segurança eletrônica é pautada em assegurar a proteção de pessoas e patrimônios através de sistemas de monitoramento eletrônico inteligentes e integrados.


Portanto, é necessário que sejam utilizadas na central de monitoramento, tecnologias capazes de realizar o controle de todos os movimentos realizados no interior e perímetro do local


Essas tecnologias possuem uma estrutura de câmeras, alarmes e sensores que atuam 24 horas por dia com o intuito de detectar e comunicar ações irregulares ou até mesmo criminosas nas propriedades monitoradas.


Além disso, é preciso também que a empresa conte com profissionais qualificados que sejam capazes de tomar decisões assertivas com agilidade.


Quanto custa abrir uma central de monitoramento?


O custo inicial pode variar, pois, como você precisará alugar um ponto comercial e contratar funcionários, esse investimento dependerá da sua região. Além disso, você precisará comprar todos os aparatos de trabalho e os equipamentos para instalação, será necessário formalizar a empresa junto aos órgãos competentes.


Mas, em geral, será preciso aplicar entre R$40 mil e R$90 mil, se você desejar abrir uma empresa de monitoramento com uma boa estrutura de serviços. Duas dicas importantes para diminuir esse investimento inicial são: Buscar software de monitoramento em nuvem, isso fará com que você não se preocupe com servidores, backups, um profissional da área de TI focado na infraestrutura e segurança tecnológica da sua operação. E a segunda dica seria contratar uma equipe técnica e fazer um curso de segurança eletrônica. As empresas especializadas e qualificadas em equipamentos de segurança estão sempre se atualizando para oferecer produtos de ponta.


Primeiros passos para montar uma empresa em segurança eletrônica


Uma das primeiras tarefas a se cumprir é a definição do público-alvo que será atendido pela central de monitoramento.


Caso seja uma empresa, um condomínio de alto padrão, prédios públicos e privados ou situações que precisam de equipamento para resolver questões pontuais, o serviço a ser ofertado precisa atender às necessidades do consumidor, pois lembre-se, cada cliente terá um cenário, uma necessidade diferente.


Com isso, estabelecer para quem seu serviço será direcionado te ajudará a nortear seu investimento inicial em estrutura, equipamentos, local e equipe.


É imprescindível também levantar quem serão os seus fornecedores de equipamentos e ter uma visão ampla do mercado, que inclui também, quem são seus concorrentes.


Com isso pronto, é hora de registrar a sua empresa como contribuinte e obter o CNPJ junto aos órgãos competentes da região, desta forma você terá um CNAE devidamente registrado.


Central de monitoramento registrada e agora?


Agora que todos os seus registros legais estão concluídos, está na hora de fazer o negócio rodar.


Para começar, escolha com cuidado o software de monitoramento, construa um plano comercial, com estratégias para geração e retenção de clientes e seja bastante rigoroso com a venda dos serviços de monitoramento que a sua empresa oferece.


Escolha um software de monitoramento confiável


Podemos descrever um software de monitoramento como o coração de toda a sua operação, isso porque será através dele que a sua central de monitoramento irá monitorar os alarmes, sensores, câmeras, controle de acesso dentre todas as outras atividades operacionais.


Resumidamente, no painel de um bom software de monitoramento, deve ser possível ver as informações operacionais, técnicas, gerenciais e administrativas do sistema de alarme. Assim, é fundamental que haja um acompanhamento em tempo integral para que se possa gerenciar de forma completa todos os eventos de alarme.


Por fim, escolha um software de monitoramento que toda sua tecnologia seja 100% em nuvem. Isso lhe trará economia com servidores, mais segurança ao acesso das informações e mais tranquilidade, pois sistemas em nuvem o Backup e as atualizações são feitas de forma automatizada.


Defina metas e acompanhe as inovações


Pensando em objetivos, crie metas para a sua empresa de curto, médio e longo prazo e trabalhe a sua entrega baseada nisso.


Com isso, certifique-se que a sua empresa entregue soluções que acompanhem os avanços tecnológicos mais recentes. Isto vai te diferenciar dos concorrentes e impulsionar o seu crescimento.


Capacite sua equipe


A política da empresa deve ser focada na excelência da entrega e no comprometimento, por isso, é importante contar com uma equipe qualificada de profissionais.


Uma equipe bem treinada, com conhecimento de mercado reflete diretamente na entrega da sua empresa.


Faça investimentos em marketing digital


Diante de todo o cenário que estamos vivendo, ficou muito claro que é importante se cercar em todas as frentes e a presença digital da sua empresa pode te ajudar a alcançar seus objetivos.


Este é um espaço muito disputado não só pelo seu segmento, então é preciso apresentar conteúdos relevantes, para que você chame o consumidor em potencial a conhecer melhor as soluções que você oferece.


Assim, como existem várias redes, procure identificar as mais relevantes para seu público-alvo e então invista esforços nesses canais.


Não esqueça do pós-venda


Hoje não faltam evidências de que uma experiência positiva para o consumidor é essencial para fidelizá-lo e fazer com que ele volte a buscar seus serviços sempre que necessário.


Além disso, isso também aumenta, e muito, as chances deles comentarem sobre o quão bom são não só suas soluções, mas sua relação e atenção para com eles, influenciando outros clientes em potencial.


Quanto mais você investe em tecnologia, mais seus clientes investem na sua empresa


Agora que você sabe o passo a passo para construir sua própria central de monitoramento, que tal investir em um software que ajude a tornar seu negócio mais eficiente e competitivo?


O Segware Sigma é mais que um software de monitoramento, é um sistema de gestão de segurança na nuvem, que oferece controle total da sua central de monitoramento.


Quer saber mais? Então fale agora conosco e peça uma demonstração!


34 visualizações

Posts recentes

Ver tudo