• Segware

Modelos de portaria: remota, híbrida e autônoma

Atualizado: Jan 21

Oferecer controle de acesso é um dos pontos essenciais atualmente para garantir a segurança e o bom funcionamento de um condomínio ou empresa. Atualmente, entre os modelos de portaria mais populares no mercado, estão:

  • Portaria remota: sistema de acesso e monitoramento a distância;

  • Portaria híbrida: sistema que une mais de um tipo de portaria.

  • Portaria Autônoma: sistema que une o atendimento do usuário e a central de monitoramento

Mas, afinal, quais são as características de cada um desses modelos de portaria? Qual é o modelo mais adequado para um condomínio ou empresa? Neste post, vamos ver como cada um funciona e quais são suas vantagens e desvantagens. Então, acompanhe e boa leitura!


O que é a portaria remota?


A portaria remota, realiza o controle de acesso remoto do condomínio por meio de uma central de monitoramento, onde o processo de liberação e autorização de moradores, usuários, visitantes, funcionários e prestadores de serviço é feito por meio de um software de monitoramento.


A identificação dos usuários para possibilitar o acesso ao edifício é feita por meio de tags ou dispositivos de identificação tecnológicos, como QRcode, leitores digitais, faciais e controles. A tecnologia também possibilita o controle e registro do fluxo de entrada e saída do edifício de forma ininterrupta.


Como os controladores estão em uma central remota, os riscos relacionados às falhas humanas nas portarias são minimizados, pois não há o contato direto do profissional com estranhos e visitantes não autorizados.


Ao disponibilizar um sistema que integra software e hardware, a transferência dos dados para a central passa a ser realizada em tempo real e as imagens e informações dos acessos ficam armazenados na plataforma e disponibilizados aos usuários com autorização, se necessário. Além disso, o sistema fornece ao gestor do edifício um relatório completo com os fluxos de acesso ao condomínio.


Assim, o responsável pela gestão terá conhecimento da quantidade de visitantes que estiveram no edifício em certo período, e poderá avaliar informações como; quantas vezes o portão eletrônico abriu, quanto tempo durou o processo de entrada do visitante, além de todo o controle dos locais onde o visitante tem ou teve acesso.


Leia mais: Vantagens do software na nuvem (SaaS) em relação aos outros modelos


O que é portaria híbrida?


Muitos edifícios não querem adotar uma portaria totalmente remota, pois ainda há certa resistência dos usuários à total dependência da tecnologia. Assim, para os edifícios que não quiserem desistir da portaria convencional, mas também quiserem usar a portaria remota, existe a opção da portaria híbrida.


Com ela, além do atendimento remoto, um profissional é mantido no edifício nos períodos de maior movimentação. É uma maneira estratégica de buscar garantir que o edifício seja atendido da melhor forma possível e na maior parte do tempo.


Assim, cabe à administração do edifício decidir quando cada um dos modelos de portaria será utilizado. É possível fazer uma escala em períodos, por exemplo. Durante o dia, os porteiros físicos estão presentes, e à noite a portaria remota assume a responsabilidade. Tudo de acordo com a necessidade do condomínio.


Outra opção comum é a presença do porteiro remoto na troca dos porteiros. Assim, a portaria remota entra em funcionamento durante o almoço, jantar, ronda ou mudança de turno. No caso de imprevistos, como faltas ou licença médica de funcionários, também usa-se a portaria remota.


Leia mais: Rastreamento: o que é e por que sua empresa de segurança deve adicionar esse serviço ao portfólio


O que é a portaria autônoma?


A portaria autônoma funciona da seguinte maneira: o visitante chega até o condomínio e utiliza o interfone já instalado para chamar o apartamento desejado, após isso, uma chamada será enviada para o aplicativo do morador e então, ele consegue visualizar por uma chamada de vídeo, pela câmera de segurança do condomínio, quem está chamando. Caso nenhum morador atenda, a chamada é encaminhada para a central de monitoramento.


Ao adotar essa solução, o condomínio pode otimizar o atendimento e deixa de precisar de mais funcionários, o que ajuda a reduzir o custo, uma vez que essa solução reduz em até 90% o número de atendimentos na central de monitoramento.


Como a portaria autônoma funciona via aplicativo conectado às internets 3G, 4G e o Wifi dos moradores e não necessita da instalação de novos hardwares, o custo da implementação e da operação acabam sendo os principais atrativos para condomínios e prédios menores, porém é um recurso com ótima adaptabilidade e por isso, também atende condomínios maiores.


Há ainda a possibilidade da utilização de convites digitais, que podem ser enviados previamente pelos moradores, com data e horário marcados para a liberação dos visitantes e outra grande vantagem é que, devido ao controle feito por vídeochamadas através do aplicativo, o morador não precisa estar na residência para liberar o acesso ao condomínio.


Afinal, qual dos modelos de portaria é melhor?


A verdade é que qualquer um dos modelos de portaria pode ser bom, pois isso depende do caso em que será aplicado. O importante é que os gestores do edifício, seja ele condomínio ou empresarial, optem pela alternativa mais eficaz, segura e econômica para sua situação.


Nesse sentido, um ponto positivo da portaria remota é a quantidade de informações que ela pode prover à gestão, possibilitando ações preventivas para garantir o bom funcionamento da solução, evitando surpresas e gastos extras com manutenção dos equipamentos. Mas, como dissemos, tudo depende daquilo que é mais adequado ao cliente.


De qualquer forma, para contratar qualquer tipo de solução entre os modelos de portaria, é indicado que o cliente demande um projeto personalizado para seu caso. Afinal, o empreendimento precisará estar devidamente adequado para receber a instalação do modelo de portaria escolhido para que ele funcione da melhor maneira possível.


Leia mais: Como o Segware Analytics pode ajudar você a tomar decisões mais estratégicas através de dados


Agora que você sabe mais sobre os modelos de portaria, que tal investir em um software de monitoramento e segurança que ajude a tornar seu negócio mais eficiente e competitivo? Para isso, certifique-se de buscar uma ferramenta que forneça as melhores funcionalidades, para que possa alcançar os resultados esperados.


Quer saber mais? Então fale agora conosco e peça uma demonstração!

706 visualizações

Posts recentes

Ver tudo