• Segware

6 tendências para o mercado de segurança em 2020

Atualizado: Set 17

A tecnologia tem trazido avanços para os mais diversos mercados, e com o setor de segurança não é diferente. Sendo assim, é natural que todos os anos o mercado aposte em algumas tendências para a área, que deverão se refletir em nosso dia a dia, seja como fornecedor ou como consumidor.


Só para se ter uma ideia, o mercado mundial de tecnologia e serviços de segurança pode atingir US$ 240 bilhões em 2020, o que indica que os investimentos devem crescer. Sendo assim, neste post vamos falar sobre algumas tendências para o mercado de segurança para que você já prepare a sua empresa para oferecer os serviços que devem ganhar popularidade neste ano.


Acompanhe e boa leitura!

6 tendências para o mercado de segurança em 2020


1. Alarme sem fio

Na hora de escolher um sistema de alarme para oferecer, quase sempre surge a dúvida: deve-se investir no alarme cabeado ou no alarme sem fio? Embora os dois tipos de sistema sejam seguros, o alarme sem fio tem ganhado espaço no mercado por conta de alguns benefícios.


Em relação ao custo, atualmente, um alarme com fio parece, à primeira vista, mais barato que um alarme sem fio. Contudo, é preciso levar em conta não só o preço do equipamento e instalação, mas também o tempo de instalação, que no caso do alarme cabeado é bem maior do que do alarme sem fio. Da mesma forma, o tempo de mão de obra sempre deve ser considerado.


Em se tratando de qualidade, um alarme com fio não é necessariamente mais confiável, visto que usar um cabo de má qualidade pode trazer problemas e disparos em falso. Nesse quesito, utilizar um sistema de boa qualidade e renomado no mercado também faz diferença, pois nesses casos costuma haver a supervisão entre periféricos, o que garante a qualidade de todo o sistema.


2. Automação

A automação vem se tornando cada vez mais disseminada, e é uma tendência praticamente ilimitada para 2020. Especialistas da área costumam se referir ao uso desse tipo de tecnologia como "casa inteligente" ou smart homes, no inglês.


E isso faz muito sentido, pois o objetivo da automação é justamente tornar os processos cada vez mais simples para os usuários, para que dependa cada vez menos de interferência humana.


Em relação à segurança, a automação tem se tornado um serviço praticamente obrigatório. E, nesse sentido, é importante que o fornecedor cobre a instalação e configuração do serviço, para que o cliente veja valor no pacote.


Entre as funcionalidades de automação que estão se tornando populares estão sistemas de controle que permitem mais integração entre acessos. Por exemplo, com apenas um crachá, será possível acessar portas, desligar o sistema de segurança, acender as luzes e gerenciar o fluxo de ar e temperatura de sistemas HVAC.


3. Controle de Acesso

Outra tendência para o mercado de segurança em 2020 é o controle de acesso feito de forma eletrônica e remota. Essa tendência é bastante útil em especial para locais com um grande fluxo de usuários e visitantes.


No caso de uma empresa, por exemplo, ao agendar uma reunião, as informações dos participantes poderão ser automaticamente colocadas no banco de dados da companhia para que se providencie sua credencial.


Assim, basta apenas que a pessoa vá à portaria ou recepção do edifício e peça para retirar seu crachá de identificação, que possui seus dados e, ao aproximá-lo do leitor, a entrada é liberada automaticamente.


Lembrando que controle de acesso e portaria remota são dois conceitos que, embora se relacionem, são diferentes: a portaria remota é uma solução ampla, integrada a outras tecnologias, como circuitos de TV, equipamentos de segurança e monitoramento, e sistemas de controle de acesso.


Já o controle de acesso é um conceito mais restrito, que inclui controlar a entrada e saída de pessoas, dar mais segurança e gerenciar o acesso a ambientes e informações restritas. Isso pode ser feito por meio da integração com câmeras e monitoramento.


Leia mais sobre as diferenças entre Portaria Remota e Controle de Acesso.


4. Novas tecnologias em câmeras de monitoramento 

O desenvolvimento tecnológico traz cada vez mais possibilidades para gadgets de segurança, e com as câmeras não é diferente. Por isso, há cada vez mais alternativas no mercado que oferecem alta resolução combinada com outros benefícios, como autonomia, inteligência, integração com softwares de controle de acesso, automação e inteligência etc.


É o caso da tecnologia IP, que simplifica a forma como os sistemas de monitoramento cumprem suas atividades. Por exemplo, uma câmera IP pode substituir até 4 câmeras analógcias em um único ambiente, superando-as em qualidade de imagem e tecnologia. 


Outro exemplo é o sistema inteligente de reconhecimento de placas, muito eficiente no monitoramento de áreas com grande fluxo de pessoas, casas, condomínios e empresas. Essa tecnologia consegue reconhecer placas de carro cadastradas no banco de dados da polícia. Se a placa estiver ligada a qualquer atividade criminosa, o sistema alerta automaticamente a fim de evitar crimes em andamento, invasões ou sequestros.


5. Energia Solar

A preocupação ambiental está se tornando uma tendência, e fazendo com que as pessoas busquem alternativas mais sustentáveis para o seu dia a dia, até mesmo para suas casas e empresas. Nesse sentido, a energia solar tem se mostrado uma boa alternativa, principalmente porque o preço dos equipamentos solares (placas fotovoltaicas, de aquecimento etc.) tem caído, e está se tornando mais barato para o consumidor.


E quando se trata dos sistemas de segurança, as opções alimentadas por energia solar também estão surgindo. Por exemplo, câmeras e luzes de segurança abastecidas por energia solar.


Para além da questão ambiental, esses sistemas possibilitam a redução do consumo de eletricidade, o que se traduz em uma redução considerável na conta de luz.


6. Fechaduras Digitais

Principalmente para quem mora em grandes centros urbanos, é possível perceber que as fechaduras digitais estão se tornando cada vez mais comuns, tanto em escritórios e salas comerciais quanto até mesmo em residências.


Sim, a tradicional fechadura com chaves está sendo aposentada, e em seu lugar surgem as fechaduras digitais, que possuem sensor e abrem com a digitação de uma senha escolhida pelo proprietário.


Alguns sistemas oferecem também o uso de chaves token, que podem ser chaveiros, cartões, QR Codes ou tags, que também são equipados com sensores para abrir a porta por meio da aproximação. Além de serem consideradas mais seguras, as fechaduras digitais também tem o benefício de evitarem o acúmulo de chaves.

Essas são algumas das tendências para o mercado de segurança em 2020. Algumas destas ferramentas já estão disponíveis no mercado e sua popularização só vem confirmar as possibilidades de uso no segmento de segurança para trazer mais oportunidades de negócio para as empresas do setor e mais segurança para o consumidor.


É importante apenas atentar-se à qualidade desses produtos e serviços, afinal, quando se trata de segurança, é preciso contar com quem realmente entenda do assunto e entregue eficiência.


Gostou de nosso artigo? Conhece mais alguma tendência de segurança que está se desenhando no mercado para este e os próximos anos? Conte para nós!

E se você quiser saber de todas as possibilidades que o módulo Controle de Acesso Segware Sigma oferece, fale agora conosco e peça uma demonstração!

34 visualizações
Segware
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Brasil/SC: +55 48 32310000
Brasil/SP:  +55 19 31139450

EUA: +1 305 7671552
México: +52 55 41708415
Argentina: +54 11 52195583
Colombia: +57 2 8912730
Chile: +56 2 29381412
Venezuela: +58 212 7202193

Copyright © 2020 Segware Security Performance. Todos os direitos reservados.